Receita Para Um Casamento Feliz: Case-se e Seja Feliz!

Tenho 33 anos e sou casada há quase 11 (fora os outros 7 anos de namoro e noivado :D). Não me casei na igreja, nem fiz festa, nem nada. Apenas marcamos o horário no cartório e lá fomos nós, com uniformes de trabalho, assinarmos o “papel”.

 

Nunca tive problema com isso. A festa, em si, sempre foi indiferente pra mim. Não me fez falta. Mas sempre acreditei no casamento, no relacionamento entre um casal, a parceria, cumplicidade. Só não sabia a receita para um casamento feliz.

receita para um casamento feliz

Eu sou alucinada pelo meu esposo. Meu amor, primeiro e único parceiro de vida, de brigas, de paz e de guerra. Por ele, viro “bicho”. Mas, às vezes, o bicho é ele!

 

Sempre ouço falar de casais que ficam juntos por causa de filhos, ou por causa do tempo juntos, ou por isso ou assado.

 

Casamento é um negócio muito sério. Infelizmente, vejo gente que casa já pensando na separação. Meu Deus! Não que eu nunca tenha pensado em me separar. Oxe, muitas vezes!

 

Mas aí eu pensava em tudo, e me via sozinha, sem ele… Era como se o ar faltasse!

 

Eu não faço o tipo melosa, mas isso depende do período do mês, e quando eu cobro carinho, ele me cobra também. Cara, eu odeio isso!

 

Casamento é muito mais que um papel assinado. Muito maior que uma festa cheia de comida, e gente, e música. Casamento é dividir sua vida inteira com outro. Pelo menos pra mim é assim.

 

receita para um casamento feliz

 

Se eu bater o dedinho na quina da parede, eu faço questão de dividir isso com ele aos berros, mesmo que ele brigue que eu gritei.

 

Ou quando estamos conversando e o volume da minha voz aumenta e ele me manda falar baixo. Quando estou vendo TV e ele toma o controle remoto da minha mão e muda pro canal de futebol.

 

Quando ele entra no banho e se esquece da toalha, e eu tenho que pegar. Quando ele se despede de mim, mas me grita no portão porque esqueceu alguma coisa que, ao meu ver, é de propósito. É dividir o sanduíche. É brigar feio por causa do meu gatinho.

 

Tem dia que eu quero ser casada e tem dia que eu quero voltar a ser adolescente para conhecê-lo de novo. Outras vezes, quero ir embora, viver sozinha, principalmente quando o trânsito no banheiro é maior que o da Via Dutra.

 

Mas mesmo assim, adoro ser casada. Ter meu marido em casa, mesmo que estejamos brigados e sem nos falarmos. Mas sei que ele está ali, deitado na cama, vendo TV, ou jogando no celular, ou brincando com a cria, ou apenas dormindo. Mas sentir sua respiração em casa é reconfortante.

 

E quando no exato momento que penso em ligar pra ele, meu telefone toca, e é ele. Ou quando penso em falar-lhe algo sobre qualquer assunto, e ele me chama pra falar exatamente aquilo. Pode até parecer clichê de novela, mas juro, por Deus, é superverdade!

 

Um dia, me perguntaram o que eu considerava ser um casamento de sucesso. Eu não soube dizer exatamente, mas na minha experiência, o sucesso de um casamento depende de tantas coisas (ah, que óbvio!), como a parceria, o companheirismo, paixão, sexo, amizade, e tantas outras coisas, mas acima de tudo, amor.

 

receita para um casamento feliz

Eu acredito no amor. Mesmo em épocas de relacionamentos instantâneos, acredito no amor. E para que um casamento tenha sucesso, pode ter tudo, mas se não houver amor, não há como durar muito. Quando a gente ama, enxerga além dos problemas. Enxerga a alma, o futuro, os planos, os pensamentos.

 

Aqui em casa há muitos problemas. Nosso casamento não está livre deles. Mas quando eu “balanço” e penso que queria ir embora, que não queria vivê-los, lembro que há tantos casais com problemas maiores. E se estamos juntos nessa vida, temos que dividir os problemas.

 

O que é meu, é dele, e vice-versa! Eu disse “Sim” no cartório, então é “Sim”!

 

Há momentos que eu apenas gosto. Tipo, quero ter ele ali por perto só por ter mesmo. Mas tem dias que eu o amo tanto, que se pudesse, me amarraria nele!

 

Tem dias que, definitivamente, tenho vontade de esganá-lo, por qualquer motivo, e ele me entende. Ele sabe mais de mim que eu. Conhece quando estou brava, quando estou triste, louca, com sono. E sei que ele também me ama e me odeia.

 

Mas qual a receita para um casamento de sucesso?

 

Olha, eu não sei como responder exatamente a essa pergunta, mas apenas se entregue. Se estiver bom, fale que está bom, e quando não estiver, fale também. Só que se prepare para ouvir!

 

receita para um casamento feliz

 

Não é sempre que consigo ser transparente assim. Às vezes, a transparência só volta quando mentalmente, estou de malas prontas e de partida. É nessa hora que me lembro que preciso dele, que precisamos um do outro.

 

“Ah tá, como você sabe que ele precisa de você, que te ama?”

 

Porque eu mesma me jogaria na parede, e ele tem a maior paciência do mundo, até quando não tem.

 

Não me vejo sozinha, nem quero me ver. Só de imaginar, dói o coração e me falta o ar. Sei que quero estar com ele por muitos anos, tipo, ficar velha ao lado dele. Nem durmo direito quando penso que posso morrer a qualquer momento ou ele. Deus nos livre!

 

receita para um casamento feliz

 

Sei que o amo demais. Amo ser casada, ter uma aliança no dedo. Pensar nele e ver meu telefone tocar. Sonhar com ele. Sair com ele. Ficar em casa, assistindo TV. Planejarmos o futuro ou discutirmos o meu domínio sobre o computador ou meu acampamento no banheiro.

 

Amo ele, não sei desde quando, mas me lembro da primeira vez que o vi e da última também. E que se dane o resto do mundo. O meu é completo com ele!

 

Dedicado ao meu amor, esposo e amigo!

 

“Te amo! Feliz Aniversário!” 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta